SIM, É POSSÍVEL UM CONCELHO MELHOR!
Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007
Sobre os 25 anos da morte de Adriano Correia de Oliveira


Nota do Gabinete de Imprensa do PCP


Assinalam-se hoje 25 anos da morte de Adriano Correia de Oliveira, uma voz única da música portuguesa que, ao longo dos seus quarenta anos de vida, esteve sempre do lado da liberdade, da democracia, da justiça social, sempre ao lado do seu povo, sempre com o seu Partido.

Adriano Correia de Oliveira foi um dos autores mais marcantes da música de intervenção portuguesa e da canção de Coimbra. A sua voz ímpar distinguiu-se pelo timbre e pela clareza que, com enorme coragem, interpretou palavras de luta e resistência contra a ditadura fascista e acompanhou as muitas conquistas de Abril no período revolucionário,

Em 1960 aderiu ao Partido Comunista Português onde se manteve até ao fim dos seus dias. A sua condição de comunista é inseparável do percurso e das opções que tomou ao longo da vida, de que são testemunho os inúmeros espectáculos e acções em que durante o fascismo cantou pela liberdade tendo sido uma bandeira da luta do Movimento Estudantil, o seu papel impulsionador para que grandes nomes da música portuguesa se dessem a conhecer, a sua participação no Comité Organizador da Festa do «Avante!» desde a primeira edição, o seu envolvimento militante em centenas de iniciativas do PCP onde cantou a sua música de norte a sul do país.

«A única luta pelo poder em que estou empenhado é a luta para que o povo português tome o poder e que nessa luta tenha um papel determinante a actividade do aparelho político organizado que é o PCP, a que pertenço.»

O PCP associa-se a todos aqueles que assinalam a obra e o papel de Adriano na música portuguesa, tendo realizado na Festa do «Avante!» um espectáculo em sua homenagem, produzido uma exposição evocativa sobre a sua vida, editado um filme com sentidos testemunhos e um CD – juntamente com um suplemento do jornal «Avante!» – com algumas das mais belas canções que interpretou.

Para os comunistas fica o testemunho e a obra do grande homem, artista e revolucionário que Adriano foi, pelo que a mais justa homenagem que lhe pode ser prestada é dar continuidade à luta e às causas que ao longo da sua vida abraçou.



publicado por Ricardo Miguel às 00:35
link do post | comentar | favorito
|

Seja muito bem vindo ao blog da CDU do CADAVAL.
pesquisar
 
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
25

26
27
28
29
30


Artigos recentes

WWW.CADAVAL.CDU.PT

UMA EQUIPA DE ELEIÇÃO!

A CAMPANHA ESTÁ NA RUA!

CDU apresenta candidata à...

SÓ ATÉ FINAL DE JULHO

CDU APRESENTA CANDIDATOS ...

EQUIPA CDU PARA JUNTA DA ...

ANGÉLICA LAREIRO, INDEPEN...

ASSEMBLEIA MUNICIPAL - 26...

CDU CONTRA DECLARAÇÃO DE...

Arquivos
links
blogs SAPO
subscrever feeds